SANTUÁRIO E PARQUE NATURAL DO CARAÇA

25 DE MARÇO DE 2017
Partidas de Santo Antônio do Grama e Rio Casca-MG


Valor da passagem:
(incluindo o ingresso de acesso ao Parque Natural do Caraça)
Adulto: R$ 70,00
Crianças de 6 a 12 anos: R$ 55,00
Crianças até 5 anos não pagam

Igreja N. Sra. Mãe dos Homens
Igreja N. Sra. Mãe dos Homens
Igreja N. Sra. Mãe dos Homens
Igreja N. Sra. Mãe dos Homens
Jardins
Jardins
Cascatinha
Cascatinha
Cascatona - Fonte: Wikimedia
Cascatona - Fonte: Wikimedia
Museu e Biblioteca
Museu e Biblioteca
Prainha
Prainha
Trilha ecológica
Trilha ecológica
Serra do Caraça - Fonte: Revista Viagem e Turismo
Serra do Caraça - Fonte: Revista Viagem e Turismo

Cultura e religiosidade! Natureza e aventura! Assim é o Caraça.

Por volta do ano de 1770, o português Irmão Lourenço, chega ao Caraça e começa a construir uma casa de hospedagem para romeiros e uma capela barroca, dedicada a Nossa Senhora Mãe dos Homens. No local onde hoje existe a igreja neogótica, o irmão Lourenço construiu originalmente uma ermida, uma pequena capela barroca para uso dos ermitães e dos peregrinos que já subiam a Serra do Caraça naquela época.

Depois da morte do Irmão Lourenço (que aconteceu em 27 de outubro de 1819, com cerca de 96 anos), chega ao Caraça no dia 15 de abril de 1820, os Padres Leandro Rebelo Peixoto e Castro e Antônio Ferreira Viçoso, da Congregação da Missão, para dar continuidade ao trabalho iniciado pelo irmão Lourenço. Depois de duas missões, uma em Catas Altas e outra e Barbacena, o Padre Leandro vai ao Rio de Janeiro prestar contas ao Rei e de lá traz os primeiros quatro alunos para o que se tornaria o famoso Colégio do Caraça, que recebeu 1.535 alunos matriculados de 1820 a 1834. Para receber tantos alunos, o colégio precisou ser ampliado em várias ocasiões. Ilustres ex-alunos, como Afonso Pena e Juscelino Kubitscheck, passaram pelo Caraça. A sublime história do Colégio do Caraça tem seu fim com um trágico incêndio, no dia 28 de maio de 1968. Suas ruínas permanecem preservadas e podem ser visitadas no local.

O atual Santuário, a primeira igreja em estilo neogótico do Brasil, construído com material local, foi consagrado no dia 27 de maio de 1883, após sete anos em construção e foi a única construção que permaneceu intacta ao incêndio. A partir daí transformou-se em um Santuário para oração e devoção, além de centro cultural e turístico, localizado em uma reserva ambiental de mais de mil hectares.

As opções de passeio vão da motivação religiosa à ambiental, o que faz com que cerca de 70 mil turistas visitem o Caraça todos os anos em busca de paz e espiritualidade, mas também de passeios ecológicos, já que a reserva possui inúmeras atrações como cachoeiras e uma vasta fauna, repleta de animais exóticos, incluindo o Lobo Guará. Além dessas opões, o Santuário do Caraça tem ainda um museu e uma biblioteca, que possui um acervo formado por peças e livros, entre os quais alguns exemplares com mais de 300 anos.

Visite o Santuário do Caraça e conheça os detalhes dessa rica história!